C L E AN   U P   R I O

2019

And the Tatuí goes to.... 

1st Place:

Mariana Maya

5th B

2nd Place:

Arthur Figueiredo

4th B

3rd Place

Julieta Diniz 

4th B

3rd Place

Carolina Marinho

5th B

Desenhos sobre o Projeto Tatuí

Os vencedores receberam os prêmios no dia 21 de setembro no evento Clean Up Rio

Faça parte da equipe de voluntários da OLM no Dia Mundial de Limpeza da Terra- 21 de setembro. Mostraremos novamente para toda a sociedade o nosso compromisso com a defesa do meio ambiente. Ajude a retirar os resíduos que são deixados na praia e que acabam indo para o mar, prejudicando toda a vida marinha.


Compartilhe suas fotos do evento usando #olmrio #OLMprojetotatui e ajude a conscientizar nossa sociedade!

https://www.facebook.com/olmatters/

CLEAN-UP RIO 2019

Who? OLM and CLEAN UP RIO – PROJETO TATUÍ in the fight against garbage on the beaches
What? A fun eco-gymkhana on the sands of Copacabana beach
Where? In front of J.W. MARRIOT HOTEL – Av. Atlântica, 2600
When? Saturday, 21 September
Time of arrival in front of the hotel: 8:15am
Gymkhana starts at 9:00am
Why? Raise awareness about the importance of preserving marine life
How? Donate R$50,00 and you will get a 2019 Clean up Rio T-shirt and a book per family, entitled

Chega de Plásticos, besides helping preserve the environment


Please, fill out the form below, and indicate the number of T-shirts you would like. Return the form below to the class teacher, with the donation included.

Deadline: Tuesday, 10 September

Registration


Clean-up Rio 2019
Name: _________________________________________________________________________________________________________
Grade: _____________ Teacher: ______________________________________
E-mail: ____________________________________________________________
Telephone number): _______________________________________________


T-shirts needed:
Children Sizes:
Age 6 : ________ Age 8: ________ Age 10: ________ Age 12: ________ Age 14: ________


Adult Sizes:
S_________ M: __________ L: __________ XL _________


Total number of shirts: ___________ x R$50,00 = R$_________________

Tatuí

 

Quem mora no Rio e já comemorou pelo menos 3 décadas de vida sabe a diversão que era “catar tatuí” na praia. Para quem é um pouco (ou muito) mais jovem, aqui vai uma rápida explicação desse clássico carioca.

 

O tatuí é um mini crustáceo de uns 2 centímetros de comprimento, 10 patinhas, praticamente transparente, que vive principalmente nas praias, naquele lugar onde a onda bate, volta e deixa a areia molhada. Os tatuís aparecem exatamente no momento em que a onda volta, e é fácil localizar cada um pelo “burburinho” que ele faz debaixo da areia. São as antenas capturando microalgas que vivem em suspensão, sobre o mar. É mesmo fácil localizá-los? Não!  Era fácil...

 

Até a década de 90, era comum ver crianças com baldinhos na beira do mar coletando tatuís e fazendo gincana para ver quem conseguia capturar mais bichinhos para depois, claro, devolvê-los ao meio ambiente. Hoje, o animal que era abundante em toda a orla do Rio está praticamente extinto. Um dos motivos  é a poluição, que contamina o plâncton e deixa os bichinhos sem alimento. Além da poluição, há o pisoteio exagerado em áreas de grande movimento como Copacabana. Hoje, a gincana é bem diferente.

 

No próximo dia 21 de setembro se realizará a décima edição do Projeto Tatuí de Limpeza de Praias. 

 

O evento foi criado pelo Instituto Aqualung para chamar a atenção para a importância da defesa do meio ambiente e, em especial, dos animais marinhos.

 

Funciona assim: O AQUALUNG visita escolas e empresas durante meses, ressaltando a importância da educação ambiental que, muitas vezes, acontece de filho para pai (e não ao contrário!). Cada instituição participante monta um time com várias duplas de pais e filhos, que se espalham pela praia e competem para ver quem recolhe mais lixo. A dupla vencedora leva um pingente de ouro em forma de Tatuí e a deliciosa sensação de dever cumprido.

A data não é aleatória. Em todo terceiro sábado de setembro é comemorado o Dia Mundial em Prol da Limpeza de Praias e Rios.

 

A história do Dia Mundial nasceu assim: o australiano Lan Kiernan deu a volta ao mundo em um barco em 1987 e, quando voltou para casa, contou como estava impressionado com a quantidade de lixo que encontrara pelo “caminho”. Do papo com os amigos, nasceu a ideia de realizar um evento para limpar o meio ambiente, nem que fosse somente o porto de Sidney. Em 1989, nasceu o CLEAN UP SIDNEY HARBOUR DAY. Já na primeira edição, o evento contou com 40.000 voluntários. Deu tão certo que os organizadores pensaram: “Se podemos fazer isso aqui, o mundo todo pode fazer o mesmo!” Dito e feito. O primeiro passo para a internacionalização do evento foi a criação do CLEAN UP AUSTRALIA DAY e o número de voluntários envolvidos subiu para 300.000. Foi o que eles precisavam para chamar a atenção dos Estados Unidos e conseguir o apoio da ONU, por meio do programa das Nações Unidas para o Meio-ambiente, o PNUMA. Em 1993, nascia o CLEAN UP WORLD, também chamado de INTERNATIONAL COASTAL CLEAN UP (ICC).

 

De uma ação local, criada a partir da ideia de um navegador, o evento tornou-se a maior ação global para a limpeza do planeta, mobilizando hoje cerca de 35 milhões de pessoas em mais de 130 países. São inúmeros mutirões que dedicam um dia do ano para recolher lixo da costa e dar um exemplo da importância de se trabalhar em grupo para a despoluição do meio ambiente.

 

Se você quiser participar do evento, entre em contato com o Departamento de Religião da OLM. Para fazer parte, basta adquirir uma camiseta e ir para a praia com vontade de ser muito mais do que um, porque um mais um é muito mais do que dois!